31/05/2019


“A nossa luta é todo dia, educação não é mercadoria! ” foi uma das frases cantada pelas mais de 10 mil pessoas durante o ato público que ocorreu na tarde desta quinta-feira, 30 de maio, em Maceió. Os manifestantes marchavam, sobretudo, contra os cortes do governo Bolsonaro nas universidades e institutos federais, em defesa da educação e também se posicionavam contra a reforma da previdência.

Integrantes da diretoria e associados/as da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal) participaram do ato, que fez o trajeto da Praça Centenário até a Praça Marechal Deodoro.

“Esse ato é mais uma demonstração de força da classe trabalhadora e da juventude brasileira desse país. Nós tivemos, no último dia 15, um grande ato público em defesa da educação pública e estamos mais uma vez, neste histórico dia 30, dando uma demonstração clara de que não aceitamos que o governo corte mais recursos para a educação pública. (...) Não basta lutarmos por mais recursos na educação pública, é importante garantir o investimento previsto no PNE (Plano Nacional da Educação), pois apenas ele irá garantir uma educação pública de qualidade para a população brasileira”, disse o professor e presidente da Adufal, Jailton Lira, em discurso.

Ao chegar na Praça Deodoro, estudantes estenderam painéis com projetos de pesquisa e extensão realizados dentro do ambiente acadêmico, com o objetivo de mostrar à sociedade a importância da manutenção de investimentos nas universidades e institutos federais para a melhoria da qualidade de vida da população.


  • Rua Dr. José de Albuquerque Porciúncula, 121 Farol Maceió-AL
    57051-345
    seg a sex 09:00 às 18:00

    Visualizar no mapa

    Unidade CIC - Ufal
    seg a sex 09h às 13h, 14h às 18h

  • Sede Farol

  • (82) 3241-1880

  • (82) 3241-1662

  • (82) 9.9992-6899

  • (82) 9.8176-3637

  • CIC

  • (82) 9.9953-0275


2019

Adufal - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas

Acesso Webmail