13/03/2020


A crise global do sistema capitalista, após os grandes impactos de 2008, continua em uma escala crescente, principalmente durante as últimas semanas: a guerra comercial USA x China, a oscilação brusca no preço do petróleo e no preço do dólar, bolsas de valores em quedas sucessivas e vertiginosas, o capital financeiro volátil e descontrolado, continuam provocando danos irreparáveis à economia mundial e ao conjunto da sociedade.

Em paralelo, os efeitos cada vez mais intensos das mudanças climáticas e uma nova pandemia (causada pelo COVID-19, “coronavírus”) formam o cenário para uma crise de medo e incertezas que está sendo levada ao nível do pânico pela manipulação das mídias corporativas e das milícias digitais, que seguem as orientações dos ideólogos da extrema-direita como Steve Bannon, o “novo Goebbels”.

Seguindo este roteiro ensaiado, o governo Bolsonaro além de fazer “performances” para desviar a atenção da população sobre o desastre total de sua política econômica, das medidas antipatrióticas e de destruição dos direitos previdenciários, trabalhistas e sociais, tenta usar o cenário de crise para aprovar no Congresso as PECs 186, 187 e 188 que irão desmontar o SUS, o Sistema Educacional, o Sistema de Assistência Social e de Seguridade Social, todo o conjunto de Políticas Públicas Sociais e os serviços públicos e gratuitos que o país oferta à sua população em função da Constituição de 1988.

A chegada do COVID-19 ao país e, também, em Alagoas, exige um conjunto de cuidados por parte das autoridades sanitárias e da população, no sentido de retardar e diminuir a propagação rápida com sobrecarga dos serviços de saúde. A UFAL tem grande responsabilidade, posto que sua comunidade acadêmica deve se pautar pela racionalidade e pelas informações da comunidade científica internacional.

Entretanto, este é o momento em que devemos estar firmes EM DEFESA DO SUS – UNIVERSAL, PÚBLICO, GRATUITO e, portanto, é o momento de DIZER NÃO ÀS PECs 186, 187 e 188, que pretendem desvincular os recursos constitucionais da Educação e da Saúde, retirar recursos das unidades de saúde, creches, escolas e universidades.     

A ADUFAL conclama a comunidade universitária a manter a postura de seriedade científica, colaborando no esclarecimento da sociedade, na promoção de boas práticas, no combate ao pânico irracional e ao obscurantismo, e sobretudo, a nos mantermos com foco na luta em DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA, DOS SERVIÇOS PÚBLICOS e DOS DIREITOS SOCIAIS.

As centrais sindicais e movimentos sociais estarão se reunindo em breve para deliberar quanto à manutenção dos atos públicos, previstos para o dia 18 de março. Acompanharemos estas deliberações e tão logo tenhamos novas informações, divulgaremos em nossas mídias.

 

Maceió, 13 de março de 2020

A direção.


  • Rua Dr. José de Albuquerque Porciúncula, 121 Farol Maceió-AL
    57051-345
    seg a sex 09:00 às 18:00

    Visualizar no mapa

    Unidade CIC - Ufal
    seg a sex 09h às 13h, 14h às 18h

  • Sede Farol

  • (82) 3241-1880

  • (82) 3241-1662

  • (82) 9.9992-6899

  • (82) 9.8176-3637

  • CIC

  • (82) 9.9953-0275


2020

Adufal - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas

Acesso Webmail