14/09/2021

Lorena Alves/ADUFC-Sindicato

Teve início na segunda-feira (13) a Jornada de Luta contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020. De acordo com a agenda da semana de mobilização, servidores e servidoras federais, estaduais e municipais de todo o país estão em Brasília (DF), para pressionar parlamentares a se posicionarem contra a medida que ataca os serviços públicos e funcionalismo das três esferas.

Conhecida como Reforma Administrativa, a proposta tramita na Câmara dos Deputados e a previsão é que o substitutivo apresentado pelo relator Arthur Maia (DEM-BA) seja votado, a partir desta terça (14), na Comissão Especial que analisa o texto. Pela manhã, centenas de manifestantes recepcionaram os deputados e deputadas no aeroporto da capital federal.

Vindos de diversas regiões do país, servidoras e servidores públicas/os das esferas municipal, estadual e federal exibiam faixas contra a PEC 32. Na sequência, realizaram um protesto em frente ao Anexo 2 da Câmara.

“Essa semana agora é decisiva. É importante conseguir barrar essa PEC na Câmara Federal. O governo precisa de 308 votos, em dois turnos, para que ela seja aprovada e siga para votação no Senado. E a nossa perspectiva é derrubar agora essa PEC e, junto com ela, esse governo que tem sido um grande ataque às nossas vidas, aos serviços públicos e às conquistas dos trabalhadores e das trabalhadoras”, explicou Rivânia Moura, presidenta do ANDES-SN.

O presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal), professor Jailton Lira, lembra que a proposta de reforma administrativa apresentada pelo governo Bolsonaro acaba com a estabilidade do servidor público, reforça a elitização no serviço público e privatiza serviços ofertados pelo Estado ao conjunto da sociedade. “Por essas razões, é importante que o movimento sindical e os segmentos sociais se unifiquem e lutem contra essa reforma que só trará prejuízos à população trabalhadora”, afirmou Lira.

Em Maceió, a Adufal junto com o Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Alagoas (Sintufal), Sindicato dos Servidores Públicos Federais da Educação Básica e Profissional no Estado de Alagoas (Sintietfal) e Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (Sinteal), distribuíram 30 faixas por Maceió com frases que reiteram o perigo que a PEC 32/20 representa para toda a população que depende dos serviços públicos.

Além da colocação das faixas, outras ações estão sendo intensificadas ao longo desta semana, como publicação de cards para redes sociais, entrevistas em rádios para dialogar sobre os prejuízos da PEC 32/20, panfletagem, entre outras.

 

Fonte: Ascom Adufal com informações do Andes-SN

  • Rua Dr. José de Albuquerque Porciúncula, 121 Farol Maceió-AL
    57051-345
    seg a sex 09:00 às 18:00

    Visualizar no mapa

    Unidade CIC - Ufal
    seg a sex 09h às 13h, 14h às 18h

  • Sede Farol

  • (82) 3241-1880

  • (82) 3241-1662

  • (82) 9.9992-6899

  • (82) 9.8176-3637

  • CIC

  • (82) 9.9953-0275


2021

Adufal - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas

Acesso Webmail