03/03/2022
Atualizada: 03/03/2022 18:16:09


A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal) encaminhou, nesta quinta-feira (3), um novo Ofício à Reitoria da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) com o objetivo de reiterar a solicitação de audiência para discutir, entre outras demandas de interesse da categoria docente, as condições de trabalho para o retorno presencial. A entidade já havia realizado uma primeira solicitação no último dia 11 de fevereiro.

O requerimento da Adufal considera a importância de reforçar à Gestão da Universidade a posição da categoria docente em relação ao retorno presencial expressada durante assembleia, realizada no dia 31 de janeiro, onde foi estabelecida também a proposta de retorno às atividades presenciais apresentada pela Adufal ao Consuni, no dia 1 de fevereiro. 

Confira a lista de propostas construídas durante assembleia:

1. A UFAL deve construir um Plano para Retorno Presencial no próximo semestre letivo 2021.2. O Plano de Biossegurança deve ser construído com a participação de todos os segmentos da comunidade; docentes, técnicos, estudantes e funcionários terceirizados, considerando as especificidades das UAs, Campi e Cursos. Devido à fase de crescimento da contaminação, remeter para o CONSUNI do início de março o debate sobre a data de retorno presencial.

2. Exigência da vacinação completa para todos os membros da comunidade universitária, inclusive já no processo de matrícula.

3. Redução do número de alunos na sala de aula. Uso das salas com metade da sua capacidade física. Redimensionar os espaços.

4. Testagem permanente na UFAL: pesquisa por amostragem deve ser mantida durante todo o período da existência da pandemia, para medidas de controle ágeis.

5. Alterações das condições físicas garantindo ventilação natural e conforto térmico na maior parte das instalações.

6. Distribuição de máscaras e disponibilização de álcool gel, manutenção das instalações hidráulicas sanitárias, com muitos pontos de lavabo.

7. Treinamento dos técnicos-administrativos, funcionários terceirizados e docentes, e campanhas de esclarecimento à comunidade universitária e comunidade que circula no campus sobre os comportamentos de segurança e cumprimento de protocolos sanitários.

8. Reuniões sistemáticas e periódicas com todos os gestores locais para aferir o cumprimento dos protocolos sanitários na instituição.

9. Retorno presencial escalonado: primeiro as disciplinas com maior carga horária prática e depois as disciplinas com maior percentual de carga horária teórica.

10. Assegurar aos que testarem positivo o direito à licença médica/ quarentena com menor burocracia, evitando o deslocamento à Junta Médica no HU, e aos portadores de comorbidades o direito de permanecer em trabalho remoto.

Outras ações
Ainda entre as ações que visaram dialogar sobre as condições de trabalho dos/as docentes para o retorno presencial, a Adufal participou, no último dia 24 de fevereiro, da Reunião Ordinária do Fórum de Diretores e Diretoras de Unidades Acadêmicas (UAs) da Ufal.

Representaram a entidade o presidente Jailton Lira; o diretor de Divulgação e Imprensa, Francisco Pereira; o diretor de Política Educacional e Científica, Jenner Barretto; e a tesoureira da Adufal, Rosangela Reis.

Durante o encontro, foram discutidas as condições de trabalho presencial - pauta que foi solicitada pela Adufal; a oferta acadêmica diante da necessidade de redução do número de estudantes em sala de aula; e o levantamento das necessidades de pessoal de serviços gerais nas UAs com o retorno presencial.

Ao fim da reunião, a Adufal reforçou o seu compromisso em colaborar com as reivindicações da categoria docente para o retorno presencial.

A entidade informa que, assim que houver uma data agendada pela Gestão da Ufal para a audiência solicitada e aqui mencionada, comunicará aos associados/as através deste site.

 

Fonte: Vanessa Ataide/Ascom Adufal *sob supervisão

2022

Adufal - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas

Acesso Webmail