29/04/2022
Atualizada: 29/04/2022 12:44:12

Foto: Vanessa Ataíde/Ascom Adufal

Como parte da programação da Semana de Lutas, o Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Educação Pública e pela Recomposição Salarial Emergencial, realizado nesta quinta-feira (28), foi marcado, em Alagoas, por diversas atividades promovidas pela Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal) e o Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Alagoas (Sintufal) nos campi da Ufal.

No período da manhã, houve atividades em dois campi da Universidade. No campus A.C. Simões, localizado em Maceió, as entidades promoveram um café da manhã e uma aula pública para dialogar sobre a recomposição salarial de 19,99%, os sérios ataques que a educação pública tem enfrentado e as condições de trabalho na Ufal no retorno presencial.

Presidente da Adufal, Jailton Lira, durante aula pública realizada no Campus A. C. Simões

Na ocasião, o presidente da Adufal, professor Jailton Lira, falou sobre a importância das atividades promovidas pelas entidades na Semana de Lutas para enfrentar os ataques do governo federal à educação pública.

“Nós temos uma situação de abandono completo por parte deste governo, um orçamento que vem sendo diminuído a cada ano, em função da política nefasta do governo federal contrário à existência das universidades públicas. Por tudo isso, esse ato simbólico demarca, justamente, a nossa indignação frente a toda esta situação”, ressaltou o docente.

No campus Arapiraca, foi realizada uma atividade de panfletagem, café da manhã, além de um momento de diálogo com a comunidade universitária.

No período da tarde, dando sequência à programação do dia, a Adufal e o Sintufal realizaram uma reunião online com o Movimento Estudantil (DCE e CAs), com o tema “Organização da Comunidade Universitária em Defesa da Ufal”.

Em Delmiro Gouveia, Campus Sertão, ocorreu um momento de diálogo no horário da tarde e duas aulas públicas à noite. Ambas as ocasiões também tiveram como pautas a discussão acerca da recomposição salarial emergencial dos servidores públicos federais, os problemas que cercam a educação pública atualmente e as condições de trabalho no retorno às aulas presenciais.

 

Vice-presidenta da Adufal, Sandra Lira, durante aula pública realizada em Delmiro Gouveia

 

 

 

Fonte: Vanessa Ataíde/Ascom Adufal

2022

Adufal - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas

Acesso Webmail