01/05/2022
Atualizada: 10/05/2022 16:54:30

Base docente e Diretoria da Adufal presente no ato público. Fotos: Karina Dantas/Ascom Adufal

Em mais um Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora, a população ocupou a orla de Maceió para lutar por um país sem fome e sem miséria e protestar contra o governo Bolsonaro. A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal) participou do ato público, neste domingo (1º), através da presença de integrantes da base docente e da diretoria.

Clique aqui para conferir todas as imagens do ato público. 

Entidades sindicais, movimentos sociais e a população em geral fizeram uma passeata da Pajuçara até o bairro da Ponta Verde exibindo faixas e cartazes que denunciavam a carestia dos alimentos, o alto número de desemprego no país e os ataques aos direitos sociais e trabalhistas.

A Adufal também pautou a luta dos servidores e servidoras federais pela recomposição salarial de 19,99%, através de falas e uma faixa que sinalizava a reivindicação da categoria.

“Na área da educação, nós sabemos que o que está acontecendo é um desmonte em curso. Não há mais recurso para a ciência e tecnologia, não há mais recurso para a universidade pública.  Não nos intimida que hoje tenha ‘motociata’ ou o que eles quiserem fazer, pois a vontade popular vai prevalecer sobre a milícia, sobre o agronegócio, sobre esse governo de corruptos. Vamos à luta companheiros e companheiras, pois a luta é árdua, é difícil, mas vamos vencer essa”, disse o presidente da Adufal, professor Jailton Lira.

Presidente da Adufal, Jailton Lira. Foto: Karina Dantas/Ascom Adufal

Essa manifestação de 1º de maio é o primeiro ato presencial em celebração à data em dois anos, devido ao isolamento social desencadeado pela pandemia de Covid-19. A atividade em Maceió também contou com apresentações musicais das cantoras Mel Nascimento e Naná Martins, que trouxeram cultura e militância através das canções.

Da diretoria da Adufal, estiveram presentes o presidente, Jailton Lira, a vice-presidenta, Sandra Lira, a tesoureira, Rosangela Reis, o diretor suplente de Política Sindical, Ailton Galvão, e o diretor suplente de Política Educacional e Científica, Jenner Barreto.

 

Delmiro Gouveia

No município de Delmiro Gouveia, movimentos sociais, partidos, centrais sindicais e população em geral também foram às ruas pelo Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora, excepcionalmente no dia 30 de abril, para lutar contra as altas taxas de desemprego, a inflação, os ataques aos direitos sociais e trabalhistas, e em defesa da democracia e da vida. 

 

Confira os registros do ato público no município: 

 

 

Fonte: Karina Dantas/Ascom Adufal

2022

Adufal - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas

Acesso Webmail