07/06/2022
Atualizada: 07/06/2022 13:58:44


A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal) vem por meio deste alertar a todas e todas os/as associados/as sobre uma tentativa de golpe envolvendo Requisição de Pequeno Valor (RPV) e precatórios, e que tem como principais vítimas os/as docentes aposentados/as e pensionistas.

A tentativa de golpe acontece, geralmente, por meio do aplicativo WhatsApp, quando os criminosos enviam uma mensagem para o/a docente com todos os seus dados que são recolhidos por eles quando publicados no Diário Oficial da União (DOU), referentes a benefícios previdenciários, como concessão da aposentadoria ou pensão por morte.

O golpe em si se centraliza em supostos valores de precatórios ou RPV a serem recebidos pelo/a docente. A mensagem segue solicitando que o/a professor/a entre em contato com um telefone que supostamente seria do setor pessoal de um procurador para tratar do assunto.

Veja a seguir o modelo de mensagem enviada pelos criminosos:

Departamento Nacional De Recursos Humanos

CENTRALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE INATIVOS E PENSIONISTAS DA SECRETARIA DE GESTÃO E DESEMPENHO DE PESSOAL DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA

Conceder, de acordo com os arts. 215, 217, inciso I, e seguintes, todos da Lei nº 8.112/90, a XXXXXXXXXX, na condição de cônjuge, por morte da servidora XXXXXXXXX, aposentada no cargo de Professor Auxiliar 4, mat./SIAPE nº XXXXXX.

Procedimento administrativo Conceder Valores da RPV (Requisição de Pequeno Valor), no art.16, inciso I, e 77,  § 2°, inciso V, alínea c, da lei n° 8.213/1991, c/c art. 1°, inciso VI, da Portaria ME n° 424/2020.

Entrar em contato com: Procuradora: Michele Rezende de Matos

Telefone do setor pessoal: 015-6199609-6850

Protocolo Único: 000060607/2022

Praça dos Três Poderes - Brasília, DF, 70100-000

CNPJ: 00.394.601/0001-26

Ouvidoria: 0800 4008 6161

 

Portanto, a Adufal esclarece que, primeiro, o “Departamento Nacional de Recursos Humanos”, citado na mensagem, não existe. E, segundo, o recebimento de valores relativos a precatórios e RPV não é informado via WhatsApp, bem como não está condicionado a nenhum tipo de pagamento.

Sendo assim, em caso de recebimento de tal mensagem, seja por WhatsApp ou e-mail, não deve-se fornecer ou confirmar nenhum dado pessoal. A entidade pede também que o/a associado/a entre em contato com o Setor Jurídico da Adufal pelo número: (82) 9 9331-3153 (WhatsApp) caso seja vítima do golpe.

Fonte: Vanessa Ataide/Ascom Adufal

2022

Adufal - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas

Acesso Webmail