06/10/2020


Integrantes da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal) se reuniram, na manhã desta terça-feira (6), na sede da entidade, com membros da reitoria da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) para discutir sobre o andamento das rubricas, as reivindicações da minuta sobre a Carga Horária Docente durante o Período Letivo Excepcional (CH/PLE), e sobre a reforma administrativa.

Na ocasião, o presidente da Adufal, Jailton Lira, solicitou que a administração da Universidade respeite a deliberação do Conselho Universitário (Consuni), de 14 de maio de 2019, que anulou os processos administrativos que ocasionaram a retirada das rubricas 3,17%, 28,86% e URP Administrativa. 

“O pleito da Adufal é que os servidores tenham direito à ampla defesa e ao contraditório e para isso, a Universidade precisará abrir novos processos administrativos. Nesse meio-tempo, o direito ao recebimento das rubricas deve ser restabelecido”, explicou o professor Jailton Lira.

Quanto à essa pauta, a reitoria da Ufal se comprometeu em tomar as providências cabíveis o quanto antes, como forma de reparar a injustiça histórica cometida contra os servidores.

Ainda na reunião, a diretoria da Adufal reiterou a importância da minuta de resolução que regulamenta a Carga Horária Docente durante o Período Letivo Excepcional, explicando as reivindicações da base docente. “Para nós, esse documento é mais do que uma proposta de resolução, é uma pauta de reivindicação da categoria”, disse o presidente da Adufal, Jailton Lira.

A reitoria se comprometeu em analisar todos os requerimentos feitos pela entidade de classe. “É um documento muito rico e acho que deixa claro que a gente precisa trabalhar com todo o cuidado e procurar atender ao máximo de demandas possíveis”, afirmou o Pró-reitor de Graduação da Ufal, Amauri Barros.

Conforme solicitação da base docente nas últimas assembleias realizadas, a diretoria da Adufal pediu uma posição da Ufal acerca da reforma administrativa proposta pelo governo Bolsonaro e todos os ataques ao serviço público do país. 

O reitor da Ufal, Josealdo Tonholo, ponderou que é importante uma posição pública do Conselho Universitário, que representa toda a comunidade acadêmica, em relação à reforma.

Ao final da reunião, a diretoria da Adufal protocolou um pedido de reunião extraordinária do Consuni, para que seja estabelecido um posicionamento público em relação à reforma administrativa do governo Bolsonaro. Confira em anexo.

Também participaram da reunião os diretores da Adufal, Altair Marques, Francisco Pereira e Rosângela Reis, o advogado da Adufal, Flávio Pinheiro, a funcionária do setor jurídico da Adufal, Sônia Titara, o Pró-reitor de Gestão de Pessoas e do Trabalho (Progep), Wellington da Silva Pereira, o assessor do Gabinete da Reitoria, Melchior do Nascimento, a Assessora Técnica do Gabinete, Rafaelly Aguiar, e a servidora da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propep), Aurinete Pimentel.

Fonte: Karina Dantas/Ascom Adufal

Anexos

  • Rua Dr. José de Albuquerque Porciúncula, 121 Farol Maceió-AL
    57051-345
    seg a sex 09:00 às 18:00

    Visualizar no mapa

    Unidade CIC - Ufal
    seg a sex 09h às 13h, 14h às 18h

  • Sede Farol

  • (82) 3241-1880

  • (82) 3241-1662

  • (82) 9.9992-6899

  • (82) 9.8176-3637

  • CIC

  • (82) 9.9953-0275


2021

Adufal - Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas

Acesso Webmail